Translate

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Grandes encontros da História XLIV





LEIA TAMBÉM:
Dercy Gonçalves

10 comentários:

  1. Lembro-me de ter assistido essa entrevista muito legal.
    Aproveitei para assistir novamente.

    P.S. Acabei de passar por um McDonald's e ouvi uma linda música do Pixinguinha (Carinhoso) sendo tocado por uma organista, dentro da tal lanchonete, tudo isso só para chamar atenção da campanha McDia Feliz.
    Aquela que jura que dá dinheiro (???) para as crianças com câncer. Tipo criança esperança, que a Globo enche o saco de todos implorando que participem.
    Até que provem o contrário, continuo cético com essas campanhas.

    Cury

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia de caridade por ano, e só com a renda do big mac, é muito pouco não acha?

      Excluir
  2. Claro que é pouco para uma rede de lanchonete gigante que fatura milhões diariamente no mundo todo..
    Sempre digo aos amigos que por dor de consciência por engordar e aumenta o colesterol dos clientes, o McDonald's reserva um dos 365 dias do ano, para "ajudar" um hospital.

    Saudades do Gordon.
    Cury

    ResponderExcluir
  3. Muito oportuna esta lembrança. Sempre apreciei o modo "despachado" da Dercy. Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  4. Muito oportuna esta lembrança. Há quatro dias perdi uma tia de oitenta e quatro anos por conta do "alemão"(Alzheimer). Em vida, ela era tão "despachada" quanto Dercy. Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. A Dercy, justamente por ter sido única, transgressora, irreverente, ousada, etc., foi muitas vezes mal compreendida.Foi dos raros comediantes do país que conseguiram fazer-me rir às escâncaras...pois não é qualquer prazer ou piadinha que me diverte rs...embora eu seja bem humoradíssimo. O que é mais marcante, no caso dela, é que foi considerada por muitos incaultos e incultos...quase uma puta, quando na verdade, ela detestava sexo a ponto de não praticá-lo (sentia nojo) e de jamais ter sentido um orgasmo sequer.
    As aparências quase sempre enganam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digitação correta: incautos. Desculpe a tal da a pressa...rs...
      M.L.

      Excluir
  6. A Dercy é única. Com 102 anos, uma cabeça incrível. Uma agilidade fora de série. Enfrentou o chato do João Gordo que queria aparecer mais que a entrevistada, com piadinhas ridículas. Muito bacana ter oportunidade de assistir este vídeo. Realmente cabe aqui a frase lugar comum: UM EXEMPLO DE VIDA. (Yves).

    ResponderExcluir
  7. Preferia mais as entrevistas da Funéria (Infortúnio MTV) do que as de João (bobo) Gordo.
    Como prefiro os "vandalos" encapuzados que os políticos encapuzados, que votaram secretamente contra o povo nessa semana (caso Natan Donadon).

    Cury

    ResponderExcluir
  8. Uma entrevista com esses dois só podia ser boa. valeu a pena assistir.
    Sergio.

    ResponderExcluir