Translate

domingo, 2 de setembro de 2012

Grandes encontros da História XXIV

6 comentários:

  1. A primeira vez que ouvi Espelho, João Nogueira no telão fazia parceria com o filho. Foi de arrepiar. Além do espelho veio depois, homenagem do filho ao pai, não faz parte do original fruto da parceria de João Nogueira e Paulo Cesar Pinheiro.

    Esse menino além de talentoso é lindo. Só não é mais lindo que o meu menino.

    eeeeee vida boa... Boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de ouvir Diogo Nogueira, ele me faz lembrar muito o estilo do seu pai, o grande João Nogueira.
    O mesmo sinto quando ouço Maria Rita, que me faz lembrar a inesquecível Elis Regina.

    Claro Diogo e Maria Rita são bons, mas os seus pais são eternos.

    Cury

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas acho que no caso do Diogo essa semelhança vocal não é problema, porque ele tem uma identidade própria.

      Excluir
  3. Lindo, lindo, pura poesia; adoro ouvir o Diogo. Graça

    ResponderExcluir
  4. Diogo e Maria Rita, frutos de generosa Genética, parecem física e vocalmente, com seus taletosos genitores, mas têm estrela própria, em nenhum momento, buscam clonar os mesmos. Reconheço e curto o talento de ambos,e, o que é melhor, Continuo amando Jõao e Elis. O espelho não se quebrou.

    ANTONIO CARLOS

    ResponderExcluir
  5. Lindas e talentosas são as flores que enfeitam a foto acima.
    Sergio.

    ResponderExcluir