Translate

quarta-feira, 28 de março de 2012

Grandes encontros da História VII

Pra mim, esta é a mais bela cena entre todas do cinema. No filme, Chaplin é um vagabundo que se mete em mil confusões para ajudar uma florista cega. No entanto, ela o toma como um milionário. Antes de ser preso, ele dá a ela dinheiro para uma cirurgia nos olhos. A magia do reencontro é que ele sabe quem ela é mas ela nunca o viu, apenas tocou suas mãos. A sequência a seguir encerra o filme Luzes da Cidade.


4 comentários:

  1. Sou cinéfilo, e essa cena está entre as mais belas e emocionantes que já vi em um filme.
    Esses grandes encontros está cada vez melhor, eu o chamaria de "vale a pena ver de novo".
    Cury

    ResponderExcluir
  2. Mais do que um grande encontro _e nao por acaso o título deste belo filme é LUZES DA CIDADE-diria, na minha modesta avaliação: um encontro emocionante, talentoso e ILUMINADO. Nota 10 para o bom gosto do blogueiro.
    Marcos Lúcio

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito emocionada e adooooooorei este
    encontro maravilhoso. Imagens esteticamente bem resolvidas, impactantes e inesquecíveis. Chaplin é, de fato, imbatível ou insuperável.
    Bela e sensível escolha do Marcelo.
    Verônica.

    ResponderExcluir
  4. Encontro tão comovente e maravilhoso quanto este...tá difícil.
    Ótima escolha.
    T. Lima

    ResponderExcluir